Desenvolvimento Profissional

Como parar de se importar com o que as pessoas pensam

Saiba como não se preocupar com o julgamento dos outros

Você já parou para pensar como as pessoas em geral atribuem uma super importância ao que os outros pensam?

Tem gente que passa a vida preocupada com a avaliação dos outros, com o que podem dizer, o que estão pensando.

E, claro, outra parcela grande de pessoas passa a vida falando dos outros, comentando e criticando.

Quer conquistar suas metas com
apresentações de sucesso?

Chega de medo de falar em público! Escreva seu email e receba uma aula grátis de oratória.

Mas e você? Como você comporta normalmente?

Você é o tipo de pessoa que se importa com o que os outros vão dizer a seu respeito?

Autoavaliação

Todos nós fazemos algum tipo de julgamento sobre tudo e sobre todos.

Você olha uma pessoa e logo pensa: “Ele parece legal”, ou “que cara chato”, ou ainda “ele quer aparecer a qualquer custo”.

Muitas vezes nós nem conhecemos direito a pessoa, vimos uma única vez por alguns minutos e pronto: já colocamos um rótulo na testa do coitado e passamos a lidar com aquela pessoa a partir do nosso julgamento.

Todos fazemos isso, em maior ou menor escala.

Uma das coisas que podemos fazer para otimizar a avaliação das pessoas em relação a nós mesmos é criar vínculos.

Ou seja: aumentar os elementos de afetividade que ligam você à outra pessoa.

Pode ser uma única pessoa ou várias de uma vez.

Quando criamos vínculos que nos aproximam das pessoas, elas ficam mais condescendentes com o que fazemos, sentem-se mais próximas e ligadas a nós, como se existisse de fato uma dívida de gratidão que precisasse ser honrada.

É como se as pessoas já nos conhecessem há mais tempo e por conta desse relacionamento se sentissem impelidas a nos respeitar mais, a desculpar nossos equívocos, a nos tratar como se fôssemos “legais”.

Criando vínculos

Há várias maneiras de criar vínculos com as pessoas. Abaixo estão algumas delas:

Chamar as pessoas pelo nome, olhar nos olhos quando estiver falando com elas, interessar-se pelos assuntos que elas trazem, perguntar sobre algum aspecto da vida delas, contar histórias que estejam de alguma forma relacionadas a elas, destacar algum ponto em comum, como o gosto por esportes, por exemplo.

Qualquer uma dessas atitudes vai fazer com que uma pessoa ou várias delas que estejam à sua frente passem a te tratar de forma diferente, mais acolhedora e muito menos ameaçadora.

Mas uma coisa que você realmente precisa saber é que, apesar dos vínculos que você pode criar com as pessoas, isso não impedirá que elas comentem algo a seu respeito, nem fará com que todas gostem de você.

Não tente agradar a todos

Neste caso, segue outra dica: coloque na sua cabeça que na vida não existe unanimidade para nada, nem para ninguém.

Não existe uma única pessoa na face da terra que todo mundo goste.

Assim como não existe uma pessoa que ninguém goste.

Essa é uma regra da vida e você precisa se acostumar a ela: sempre haverá quem goste de você e quem não goste.

Quando a vida transcorre de uma determinada forma e não podemos mudá-la, a alternativa é se acostumar à regra e viver com ela sem sofrer. Afinal de contas você não sofre todos os dias porque tem que comer, não é? E esta é uma regra da vida: todos os dias você precisa comer para continuar vivendo.

Não se preocupe com o que não te afeta

Por fim, uma dica valiosíssima: O que importa como as pessoas te veem ou o que elas acham de você?

Isso de fato muda a sua vida?

Alguma dessas pessoas paga as tuas contas, trabalha no teu lugar ou coloca comida na tua mesa?

Claro que não.

Então o que você deve a elas? NADA! Absolutamente NADA!

Pare de pensar nos outros e comece a pensar mais em você.

O que importa na sua vida é como você se vê, qual a sua auto avaliação.

Responda: você se sente satisfeita ou satisfeito com o que você faz? Isso te deixa feliz? É suficiente para você viver bem?

Então ótimo. Siga fazendo o que você acredita e o que te deixa feliz.

E simplesmente ignore as outras pessoas que não estão ligadas diretamente à sua vida. E com isso, viva muito melhor.

Quer conquistar suas metas com
apresentações de sucesso?

Chega de medo de falar em público! Escreva seu email e receba uma aula grátis de oratória.

Veja também:

O que é Oratória?

Como fazer um bom discurso

Como fazer uma apresentação em powerpoint profissional

 

Conte-nos o que achou

Comentários

Comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *